24°C 26°C
Lauro de Freitas, BA
Publicidade

Em Lauro de Freitas, seminário sobre modalidades paralímpicas aborda inclusão nas atividades físicas

Em Lauro de Freitas, seminário sobre modalidades paralímpicas aborda inclusão nas atividades físicas

10/05/2024 às 13h00 Atualizada em 10/05/2024 às 13h06
Por: Redação Fonte: SUPCOM PMLF - Superintendência de Comunicação de Lauro de Freitas
Compartilhe:
Foto – Lucas Lins
Foto – Lucas Lins

Lauro de Freitas sediou, nesta sexta-feira (10), o Seminário Modalidades Paralímpicas, realizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) por meio da sua área de Educação Paralímpica. A atividade foi realizada no Centro Estadual de Educação Profissional em Tecnologia, Informação e Comunicação, no Centro.

Continua após a publicidade

Foto – Lucas Lins

 

Continua após a publicidade

O evento, em parceria com o Conselho Regional de Educação Física da 13ª Região (CREF13/BA, Centro de Referência Paralímpico da Bahia (CRPBA) e a Secretaria de Trabalho, Lazer e Esportes (SETREL) de Lauro de Freitas, foi iniciado com a fala de David Farias Costa, coordenador da Educação Paralímpica, que detalhou algumas ações do CPB.

Davi Farias ainda reforçou o objetivo do seminário de formar profissionais. “Estamos aqui em nosso ponto de partida, para a partir de agora a gente dê continuidade a uma sequência de ações visando a formação dos profissionais de educação física e os demais profissionais que atuam na educação, para que a gente consiga disponibilizar efetivamente o acesso a atividade física, o acesso ao esporte para pessoas com deficiência, incluindo jovens, crianças e adultos de Lauro de Freitas”.

Continua após a publicidade

O secretário da SETREL, Wilson de Souza, falou sobre a importância do papel social do seminário. “Essa agenda criou uma expectativa para a gente, pelo formato, pelo alcance. Mas, principalmente pelo diálogo social que nós estamos fazendo, compreender o papel do esporte e a visão inclusiva que coloca o esporte nessa luta contra o capacitismo é muito importante. E nós, em uma discussão como essa, ampliando a relação com as mais diversas modalidades, para que a gente possa pensar em alto rendimento no esporte paralímpico”.

O Grão Mestre Márcio Mascarenhas, vice-presidente da associação esportiva baiana de taekwondo, fez questão de participar do seminário. “É muito importante para a gente participar e se atualizar desse tipo de evento, afinal hoje temos uma sociedade cada vez mais inclusiva. No taekwondo, nós temos esse trabalho inclusivo, então tem um significado muito importante, e acredito que todas as modalidades deveriam participar desse tipo de evento”.

Para obter mais informações ou sanar dúvidas sobre novos cursos, os interessados podem enviar um e-mail para [email protected].

Texto – Yandra Barros

SUPCOM PMLF - Superintendência de Comunicação de Lauro de Freitas

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários